Como escolher entre televisor e projetor? Considerando a liberdade pessoal de cada um e respeitando que cada pessoa tem sua opinião, digo que decidir entre projetor ou televisor pode ser muito complicado.

Texto: Fernando Ramos
Imagens: Divulgação

Praticando a cartilha técnica e estudando a fundo questões como contraste e brilho, vejo que, neste quesito, as televisões modernas tendem a ter uma vantagem em custo x benefício nos tamanhos menores. Afinal, um projetor (que tecnicamente se equipara a um televisor LCD, atualmente), nesses termos de comparação, será bem mais caro. Mas será esta a melhor forma de analisar a questão?

Se, ao observar quatro marcas diferentes de televisores LCD lado a lado, você não conseguir distinguir a melhor, faça como eu: compre a mais bonita, com melhor preço e melhor forma de pagamento. Para o meu grau de exigência, isso não faz a menor diferença, já que todas possuem os itens básicos da tecnologia.

Voltemos, então, ao projetor. Novamente bato nessa tecla: quem quer ter um diferencial deve ir a uma revenda especializada. Nos melhores showrooms é possível ver claramente que, com o mesmo investimento, temos imagens tão boas quanto as dos televisores com a mesma tecnologia. Mas com um diferencial que, para mim, é essencial: o “tamanho da imagem“.

Projetores com a mesma tecnologia dos televisores possuem diferenças gritantes no que se refere a marcas e modelos, tecnicamente. Mas, na prática, são todos muito bons, o que já acontece com as TVs há algum tempo. Ocorre que essas diferenças, em equipamentos de ponta, são menos notórias do que em equipamentos com menor custo e expressão.

Projetores 1080p são bons, projetores 720p são piores e os 4K são melhores – e blá, blá, blá. Enfim: a lógica técnica volta a reinar e fico satisfeito, acima de tudo, por ser um pensador. Afinal, após todas essas questões, a conclusão a que chego é: não preciso escolher entre um e outro se posso ter os dois. Tudo depende da aplicação, do ambiente e do projeto.

Devo dizer que a tradução literal da expressão “home theater” é: “cinema em casa”. E disso eu não abro mão. Em meus projetos de home theater, sempre dei um jeito de colocar tanto o projetor como o televisor, afinal, ambos são bons no que se propõem e assistir a um filme em uma tela de 92”ou 106” com um projetor de primeira linha é mais emocionante que assisti-lo em uma TV de 40” ou 47”.

Mesmo a questão da vida útil da lâmpada, que fazia toda a diferença há dois anos, caiu por terra com a tecnologia LED invadindo o mercado. Tanto a TV quanto o projetor podem ter vidas úteis muito longas. Quer uma dica? Toda vez em que for assistir ao convencional, parta para uma TV grande. E quando for assistir a um jogo importante, por exemplo, ligue o projetor e baixe sua tela!

Veja Também